fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Comparação entre o mercado financeiro e energia solar

Comparação entre o mercado financeiro e energia solar

A partir de questionamentos de seus integradores sobre o retorno financeiro de um sistema solar, principalmente comparando-o a investimentos do mercado financeiro, a equipe comercial de apoio ao integrador da BlueSol, parceira da Gene Sustentável, elaborou um texto explicativo.

O sistema fotovoltaico conectado à rede é comumente comparado a um investimento, ou seja, imobiliza-se uma parcela de capital, o qual se torna um ativo, trazendo retorno financeiro ao longo de 25 anos de vida útil, no mínimo.
Os rendimentos mensais advindos da instalação do sistema são excelentes, principalmente por que não há taxas de administração ou períodos rígidos para sacar o dinheiro.
O retorno é imediato, agregando valor à residência ou estabelecimento comercial do cliente.
Esse bem se diferencia de outros investimentos não só pelas vantagens citadas acima, mas pelo seu rendimento líquido, já que a sua economia mensal não sofrerá incidência de Imposto de Renda.

O objetivo de nossa coluna comercial é buscar uma resposta para a questão: qual o melhor investimento, energia solar ou mercado financeiro?
Antes dessa comparação, precisamos alinhar as premissas utilizadas na análise comparativa:

  • Premissa 1: o investimento de menor risco no mercado, hoje, trata-se da compra de títulos públicos, em que tem se um retorno médio de 10% a.a.
  • Premissa 2: considerando dados históricos dos últimos dez anos, a inflação energética no país, de modo geral, é de 10% a.a.
  • Premissa 3: O IPCA dos últimos 12 meses (tabela de setembro) é de 8,48% a.a.
  • Premissa 4: A compra de um sistema solar se trata de um investimento em um projeto, ou seja, você irá dispensar de uma quantia de dinheiro e, futuramente, esperará um retorno.
  • Premissa 5: A compra em tesouro direto é um investimento monetário, ou seja, a qualquer momento, embora isso acarrete em perda de dinheiro, na maioria das vezes, você pode resgatar a aplicação. Consideraremos então, que o dinheiro irá ficar aplicado durante 24 anos (para que possa ser feita a devida comparação com o sistema solar).
  • Premissa 6: Consideraremos tarifa energética de R$ 0,70 (média geral entre as tarifas cobradas de todas as distribuidoras)
  • Premissa 7: Iremos comparar a compra de um sistema de 7kWp no valor de R$ 50.000,00 na cidade de Ribeirão Preto, com uma aplicação de R$ 50.000,00 no tesouro direto com TIR de 10%a.a.
  • Premissa 8: ao fim do vencimento de um título público, o rendimento é descontado pelo imposto de renda em 15%.
Posto isso, seguem as duas tabelas comparativas:
                                          Investimento em Tesouro Direto                 Investimento em energia solar

Perceba que, ao final dos 25 anos, o sistema fotovoltaico gerará um retorno de R$ 576.180, enquanto a aplicação financeira, tesouro direto, renderá R$ 426.114, valor para resgate, descontando o Imposto de Renda de 15% e somando o capital inicial, como citado na premissa 8. Ou seja, tem-se uma Perda de R$ 150.006 ao optar por não adquirir o sistema solar, e sim aplica-lo em títulos públicos.

Apesar de ser um investimento que requer um capital relevante, ainda não há no mercado uma rentabilidade com risco tão baixo quanto o investimento em energia solar.
Por mais que o estudo seja simplesmente a título de comparação e tenhamos um mercado com opções variadas de investimento, poucas se comparam ao risco de ter um sistema de energia solar aliado a um retorno tão grande.

Argumentos financeiros são sempre importantes para clientes que se apegam aos números, por isso, achamos importante essa comparação.
Entretanto, as análises financeiras de indicadores como TIR (Taxa interna de Retorno), VPL (Valor presente líquido), entre outros que são disponibilizados em nossos relatórios que acompanham as estimativas comerciais são, de certa forma, complexos para alguns clientes, portanto, avalie bem o momento e o perfil ideal do cliente antes de entrar nesse mérito. Todos esses dados e informações podem acabar mistificando ainda mais o negócio e, por consequência, retardando a decisão do comprador, por gerar ainda mais dúvidas para ele.


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *