fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Conheça 5 tipos de financiamento para a instalação energia solar fotovoltaica

Conheça 5 tipos de financiamento para a instalação energia solar fotovoltaica

Embora tenha crescido rapidamente no País, há muitos mitos e estigmas em torno da energia solar fotovoltaica. Isso gera dúvidas no consumidor, principalmente, quando se fala no seu custo de instalação. Por diversas vezes, comenta-se sobre um alto valor de instalação, mas, de acordo com associações especializadas, os investimentos variam entre R$ 15 mil e R$ 25 mil, com retorno em apenas quatro anos. Em mansões, por exemplo, o valor pode chegar a R$ 60 mil, em decorrência do alta demanda de energia. Para custear esse valor, o consumidor pode recorrer a um financiamento. No mercado, hoje, há 70 linhas de créditos em 26 instituições bancárias diferentes, segundo dados da Associação Brasileira de Energia Solar (Absolar).

De acordo com a Absolar, em um estudo conjunto com Clean Energy Latin America (CELA), foram investidos nos últimos R$ 5,1 bilhões no setor, através desses fundos de financiamento. Uma das vantagens concedidas, agora, é que pessoas físicas podem solicitar junto às instituições, abrangendo para todos os tipos de consumidores. O crédito fornecido costuma atender até 100% do projeto, que vai desde a compra dos equipamentos aos custos com a instalação, por meio da mão de obra. Como nem todos os públicos podem arcar com os investimentos iniciais, as fontes de financiamento acabam sendo o escape para garantir a energia renovável em casa. Separamos algumas instituições.

Saiba 5 instituições que oferecem o financiamento

  1. Banco do Brasil

A instituição oferece um consórcio para a compra e instalação de placas solares em residências. De acordo com informações do site do banco, o consórcio atende crédito de até R$ 500 mil, porém o valor médio fica entre R$ 30 mil e R$ 50 mil, que é a estimativa de gasto com a instalação. O usuário pode fazer uma simulação ou até contratar por meio do aplicativo, sendo acessado por correntistas e não correntistas.

2. Banco da Amazônia

O Banco da Amazônia oferece uma linha de créditos para empresas e setor rural. Contudo, através do Fundo Constitucional de Financiamento do Norte (FNO) Energia Verde, vai começar a oferecer para pessoas físicas também. O financiamento pode chegar até R$ 170 mil e pode arcar com 70% da compra dos equipamentos necessários, tendo um prazo de 96 meses para efetuar o pagamento.. Os juros variam de 1,14% ao ano + IPCA até 3,27% ao ano + IPCA.

3. Banco do Nordeste

O Banco do Nordeste funciona no mesmo esquema que o Banco da Amazônia. Os recursos são provenientes do Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste (FNE), que são disponíveis ao Nordeste e aos estados de Minas Gerais e Espírito Santo, no Sudeste. O financiamento pode cobrir até 70%, mas caso o beneficiado seja cliente do banco, pode solicitar uma cobertura de até 100%.

4. Bradesco

A instituição é uma das mais antigas no financiamento de sistemas de energia solar residenciais no País. O prazo dele é um pouco mais curto que os anteriores, mas tanto a pessoa física quanto jurídica podem pagar em até 60 vezes, com juros que variam entre 1,8% e 1,86% ao mês. 

5. Banco Votorantim

O Banco Votorantim é um dos que possuem uma linha de crédito mais extensa, com valores variáveis entre R$ 5 mil e R$ 500 mil. Os prazos vão de 12 a 60 meses para o pagamento total, com taxas de 1,48% a 1,78%. O banco oferece uma carência de até 60 dias para o cliente fazer o primeiro pagamento.

Ficou interessado, faça um orçamento sem compromisso e veja quanto ficaria o seu projeto!


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *