fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Da Nuclear para a Solar

Da Nuclear para a Solar

Já imaginou um mundo com predominância de energia solar?

Uma energia limpa e renovável cujo impacto na natureza é quase nulo.

Talvez esse mundo não seja apenas imaginário.

Uma análise de mercado da empresa CTM Research, aponta que no final desse ano as centrais solares de todo o mundo irão se igualar, em termos de capacidade, as nucleares, e em 2018 irão ultrapassar.

Atualmente, a energia nuclear tem capacidade de 391,5 gigawatts, e até o final de 2017 a energia solar fotovoltaica deve atingir 390 gigawatts.E, daqui a 5 anos, em 2022, esse número deve aumentar mais que o dobro, chegando a 871.

Infelizmente, apesar o crescimento rápido, a captação da luz como fonte primária de energia só deve se concretizar por volta do século XXI, tendo em vista que, na prática, a eficiência nuclear supera a da solar. Isso, principalmente, por não depender de fatores que não podem ser controlados, como dias nublados.

Há, também, a grande diferença na capacidade de geração. Enquanto as centrais solares produzem, apenas, 375 mil gigawatts/hora, as nucleares produzem 2,5 milhões.

A Agência Internacional de Energia acredita que em 2050 a energia solar terá ultrapassado outras fontes de produção, como os combustíveis fósseis. Assim, um mundo guiado por energia limpa pode não estar tão próximo, mas já vemos que pode ser alcançado.

Fonte: Zap

Elaboração: Marketing, Gene Sustentável
logo


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *