fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Energia solar no Brasil alcança 2GW de potência instalada

Energia solar no Brasil alcança 2GW de potência instalada

A maior parte dos 2GW de potência instalados no país é de residências

 Que a energia solar está em crescimento constante ao redor do mundo é fato. No Brasil, apesar de ter a maior parte da matriz energética suprida por hidrelétricas, está se abrindo cada vez mais espaço para outras fontes. Dentre as energias renováveis com menos impactos ambientais, a fotovoltaica se destaca. No início deste ano, o país deu um importante passo rumo à transição energética: atingiu 2GW de potência instalada.

 

Energia solar no Brasil

 

O Brasil tem um dos melhores potenciais para gerar energia elétrica através do recurso solar no mundo inteiro. Apesar disso, ainda estamos muito aquém de atingir um patamar mais avançado e alcançar países como China, Austrália, EUA e Japão, líderes no setor.

Atualmente, existe no país um total de 171 mil sistemas solares fotovoltaicos. De acordo com mapeamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), desde 2012, foram mais de R$10 bilhões investidos em energia solar nas cinco regiões do Brasil. O mesmo estudo da Absolar aponta que, no Brasil, 99,8% das instalações de geração de energia distribuídas são de fonte fotovoltaica.

 

Sistemas fotovoltaicos no país

 

Os 2 gigawatts (GW) de potência instalada atingidos pelo Brasil recentemente são resultado direto do investimento em sistemas de microgeração e minigeração distribuída. A distribuição da energia solar se dá em diversos setores. De residências e comércio a indústrias, produtores rurais, prédios públicos e pequenos terrenos, a energia fotovoltaica está se disseminando pelo país.

Dentre esses 2GW, a maior parte é consumida por residências, somando 72,6% da potência. Logo atrás, vem as empresas do comércio e do setor de terciário, de serviços, com 17,99%. Em seguida, os consumidores rurais representam 6,25%; as indústrias, 2,68%; poder público é equivalente a 0,43% do total e outras modalidades como serviços públicos e iluminação equivalem a 0,05% quando somados.

 

Futuro da energia solar

 

Representantes e entidades da área acreditam que existe um futuro promissor para a energia solar no Brasil. Em consonância com o Congresso Nacional e Governo Federal, há a acreditação na importância estratégica da energia solar fotovoltaica para o desenvolvimento sustentável, econômico e social país.

O CEO da Absolar, Rodrigo Sauaia, acredita que o próximo passo possível para o Brasil é a implementação de um “marco legal transparente, estável, previsível e justo”. Dessa forma, a insegurança com o mercado é diminuída e a geração de energia elétrica através da fonte solar é impulsionada.

 

Ranking dos estados brasileiros

 

Para acompanhar o desenvolvimento da geração energética fotovoltaica, a Absolar desenvolveu um estudo que acompanha de perto a microgeração e minigeração distribuída nos estados brasileiros. No Ranking Nacional Solar Fotovoltaico, se destacam os estados de Minas Gerais, Rio Grande do Sul, São Paulo e Paraná ocupando as primeiras posições em potência instalada. Em seguida, o estado do Mato Grosso alcançou a quinta posição, ultrapassando Santa Catarina, agora em sexto lugar no ranking.


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *