fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Veja como a energia solar vai impulsionar o crescimento das fontes renováveis do planeta

Veja como a energia solar vai impulsionar o crescimento das fontes renováveis do planeta

Já sabemos que o crescimento da energia solar fotovoltaica no País é incontestável. De acordo com a Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (ABSOLAR), principal organização nacional, o número de instalações dobrou em apenas em apenas seis meses. Até junho passado, eram 100 mil sistemas instalados contra 50 mil do final de 2018. Embora tenha crescido em tão pouco tempo, esse tipo de energia não chegou ao patamar considerado ideal para um país como o Brasil, uma das 10 maiores economias do mundo. Isto, porque ainda há no imaginário que esta fonte renovável é cara e inacessível à população.

Por isso, mesmo apresentando uma alta nos últimos anos, a tendência é que o setor continue em alta. Ela segue uma corrente mundial de crescimento de energias sustentáveis. A A Agência Internacional de Energia (International Energy Agency, ou IEA, na sigla em inglês) prevê um crescimento de 50% nos próximos cinco anos na área. Somente neste ano, a instituição registrou um volume de projetos solares, eólicos e hídricos maior que os dos últimos quatro. Com a previsão, a capacidade mundial das fontes de energia alternativas deverá crescer 1.200 GW nos próximos 5 anos. Isso significa um valor sete vezes maior que a matriz brasileira, considerado um espaço continental. 

Quando se fala da energia solar fotovoltaica, os números também são animadores. As estimativas apontam um crescimento para 600 Gigawatts (GW) da capacidade solar mundial em 2024. Isso vem do resultado da queda dos preços de instalação e manutenção, além dos programas de estímulo à construção dos painéis solares nos países desenvolvidos e de economia emergente. Os custos devem ter uma queda de até 35% até lá. Com a mesma agência, há uma previsão de atendimento de mais de 100 milhões de pessoas com autogeração da energia solar fotovoltaica em cinco anos, principalmente, nos países europeus. 

O que temos é suficiente?

Embora se comemore as expectativas em cima do crescimento das matrizes energéticas renováveis, o que temos ainda não é o suficiente, segundo o Acordo de Paris – que redefiniu as bases para redução de poluição mundial. Hoje, as fontes renováveis respondem por apenas 26% da geração elétrica mundial, já em 2024 a participação deve  saltar para 30%, segundo a IEA. Países como a China, que vem ampliando o setor elétrico para veículos – reduzindo os combustíveis -, devem impulsionar esse aumento na participação, além dos Estados Unidos. 

Por que a energia solar é fundamental para o planeta?

O Acordo de Paris, na França, prevê justamente a utilização de energias renováveis na mudança de uma cultura ambiental mais sustentável para o planeta. E, justamente, a instalação de painéis solares tem como vantagem a sustentabilidade. Hoje, há menos dependência de combustíveis fósseis. E caminhamos para uma era em que preservar nossos recursos se tornou essencial para a nossa sobrevivência, então aproveitar políticas econômicas sustentáveis é cada vez mais necessária. A energia solar fotovoltaica faz parte deste grupo de ações de preservação.

Com um clima predominantemente tropical, o País é rico neste tipo de recurso, que é o sol, durante todo o ano praticamente. A região mais favorável é a região Nordeste, com os climas tropical e tropical semiárido, proporcionados pela incidência solar no local.


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *