fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Entramos na Era da Energia Solar Fotovoltaica

Entramos na Era da Energia Solar Fotovoltaica

Heymi Bahar, da International Energy Agency – IEA (Agência Internacional de Energia) afirma que vivemos o nascimento de uma nova era, a era da energia solar fotovoltaica, que deverá ter um crescimento maior do que qualquer outra tecnologia até 2022.

A constatação de que a energia solar fotovoltaica é o futuro está no Relatório anual da IEA, o qual registra um crescimento de 50% da fotovoltaica em 2017, comparado com 2016, puxado pelos investimentos da China, país que mais contribuiu para esse desenvolvimento. Pela primeira vez os investimentos em fotovoltaica foram maiores do que em carvão.

O desenvolvimento da fotovoltaica se insere no contexto do desenvolvimento das energias renováveis, cuja estimativa do relatório, até 2022, é de alcançar 1000GW de potência instalada e produzir 8.000 TWhora de energia elétrica, o equivalente ao consumo da China, Índia e Alemanha, somados. Quando alcançar essas metas, as energias renováveis representarão 30% da produção mundial de energia, superando o crescimento do gás e do carvão juntos, alcançando metade da produção de eletricidade do carvão e contribuindo para eliminação do déficit de produção.

Os principais fatores que impulsionam os investimentos em energias renováveis são: a poluição, que ocasiona cerca de 7 milhões de mortes prematuras por ano no mundo; o aumento da temperatura média do planeta; e a população carente que ainda não tem acesso à eletricidade.

A China é o país que mais sofre com a poluição, por isso investe fortemente em energias renováveis, com o propósito de mudar a sua matriz energética, o que a torna líder mundial na expansão da capacidade de produção de renováveis, tanto que já atingiu a meta prevista para 2020, de aumento de 360GW na sua capacidade de produção, o que representa 40% da produção mundial.

A Ásia e a África Subsaariana são as regiões que mais sofrem com a falta de fornecimento de energia elétrica, e teriam muito a ganhar com as energias renováveis, pelo seu caráter distribuído, caso os governos locais implementassem programas consistentes de financiamento.

Mas as políticas ambientais do governo de Donald Trump são a grande ameaça ao ritmo de desenvolvimento das renováveis. As incertezas provocadas por essas políticas afetam, negativamente, os principais mercados mundiais atualmente: China, Índia e o próprio EUA. Por isso, os técnicos da IEA alertam ser fundamental a manutenção de políticas públicas consistentes e persistentes, para o pleno sucesso da mudança da matriz energética mundial, da era dos combustíveis fósseis, para a era das energias renováveis.

Fonte: Portal Energia

Elaboração: Max Pimentel, Sócio-Diretor, Gene Sustentável

Entramos na Era da Energia Solar Fotovoltaica
5 (100%) 1 vote

Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *

Copied!