fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Financiamento Pronaf Eco

Financiamento Pronaf Eco

O BNDES disponibilizou um financiamento para os agricultores e produtores rurais que compõem as unidades familiares de produção rural, desde que comprovem seu enquadramento mediante apresentação da “Declaração de Aptidão ao PRONAF – DAP” e pessoas físicas enquadradas como Agricultores Familiares no PRONAF, desde que apresentem proposta ou projeto técnico para investimentos em uma ou mais das finalidades tecnologias de energia renovável, como o uso da energia solar, da biomassa, eólica, miniusinas de biocombustíveis e a substituição de tecnologia de combustível fóssil por renovável nos equipamentos e máquinas agrícolas.

O PRONAF Investimente possui:

  • JUROS : 2,5% ano
  • VALOR MÁXIMO DO FINANCIAMENTO: R$ 165 mil por ano agrícola (tempo entre o plantio e a coleita). R$ 88 mil por beneficiário, em uma ou mais operações.
  • PRAZO : Máximo do financiamento 10 anos e até 3 anos de carência

Como fazer o pedido:

Os pedidos de financiamento deverão ser enviados ao BNDES  previamente à formalização jurídica do crédito, pelo Sistema de Processamento de Programas Agropecuários via Internet – Sistema PGA ou pelo Sistema BNDES Online, por meio, respectivamente, do endereço eletrônico http://online.bndes.gov.br ou https://ws.bndes.gov.br/apa/;

Esse link só acessa quem tem a senha e for instituição financeira.

Pelos referidos endereços, conforme o caso, poderão ser obtidas todas as informações necessárias à operacionalização, inclusive os leiautes para protocolo de pedidos de financiamento.

Como é o funcionamento:

O cliente pode solicitar o financiamento diretamente ao BNDES (apoio direto) ou por meio de instituições financeiras credenciadas (banco brasil , caixa , itau , santander).  No apoio indireto, as instituições financeiras parceiras do BNDES atuam como intermediárias na concessão do financiamento, assumindo o risco de crédito (risco de não pagamento pelo cliente) total ou parcialmente. Como o BNDES não possui agências, o apoio indireto permite que seus recursos cheguem a clientes em todos os municípios do Brasil através das instituições financeiras.

https://www.youtube.com/watch?v=vVGyojx_cJI

  • Etapas:

Sistema de Amortização

A data da primeira amortização e a periodicidade de pagamento do principal deverão ser definidas pelo Agente Financeiro de acordo com a capacidade de pagamento e o fluxo de recebimento de recursos da Beneficiária Final. A periodicidade de pagamento do principal poderá ser MENSAL, SEMESTRAL ou ANUAL. Durante o período de carência, deverá haver pagamento de juros com periodicidade TRIMESTRAL, SEMESTRAL ou ANUAL, de acordo com a capacidade de pagamento e o fluxo de recebimento de recursos da Beneficiária Final Quando necessário, conforme comprovado na análise do projeto, poderá ser dispensado o pagamento de juros durante a fase de carência. Nessa hipótese, os juros serão capitalizados em periodicidade TRIMESTRAL, SEMESTRAL ou ANUAL, de acordo com a capacidade de pagamento e o fluxo de recebimento de recursos da Beneficiária Final. Durante a fase de amortização, os juros serão pagos juntamente com o principal. Nas operações com periodicidade de amortização mensal, o prazo de carência será de, no mínimo, 3 (três) meses. O prazo de carência, se aplicável, e a data da última amortização não poderão ultrapassar os prazos máximos definidos nos itens 6.1 a 6.8, conforme o caso, contados a partir da data de efetiva contratação da operação de crédito.

Quais são as Garantias?

Financiamento de máquinas e equipamentos isolados:

a) Sobre os bens objeto do financiamento deverão ser constituídos a propriedade fiduciária ou o penhor, a serem mantidos até final liquidação do contrato, não se admitindo a substituição dos bens integrantes da garantia por qualquer outro, exceto nos casos de sinistro ou problemas de performance no período de garantia do(s) bem(ns), os quais devem ser comprovados ao BNDES.

b) O Beneficiário deverá segurar o(s) bem(ns) constitutivo(s) da garantia, em favor e no interesse da Instituição Financeira Credenciada, até final liquidação das obrigações da mesma, em importância correspondente, no mínimo, ao valor atualizado da avaliação do(s) respectivo(s) bem(ns).

Como é a Análise:

A Instituição Financeira Credenciada deverá analisar os pedidos de financiamento com base em projeto técnico a ser apresentado pelo Beneficiário, observadas as condições estabelecidas no Manual de Crédito Rural e nas orientações vigentes no Produto BNDES Automático.

A Instituição Financeira Credenciada deverá dar preferência ao atendimento de propostas que: objetivem o financiamento da produção agroecológica ou de empreendimentos que promovam a remoção ou redução da emissão dos gases de efeito estufa;

Fonte: BNDES


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *