fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Novo modelo de compensação de crédito

Novo modelo de compensação de crédito

Com o foco de elaborar um novo modelo que permita o uso da compensação de energia entre distribuidoras diferentes que estão, ou não, no mesmo estado, a  Subsecretaria de Energias Renováveis do Estado de São Paulo, a Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), a Cogen (Associação da Indústria de Cogeração de Energia) e a Absolar (Agência Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica) irão formar um grupo de estudos.

A motivação surgiu após a Aneel receber do  Governo do Estado de São Paulo algumas sugestões de modificação para o sistema de compensação de crédito de energia por unidades consumidas, que se encontra na Resolução nº 482, de 2012. Essa resolução determina quais as condições de acesso à micro e minigeração distribuída, de sistemas de distribuição de energia elétrica e de sistemas de compensação de energia dentro da área da mesma distribuidora.

O subsecretário de Energias Renováveis do Estado de São Paulo, Antonio Celso de Abreu Junior, destacou que, com as 14 áreas de concessão de distribuição na região paulista, um número considerado elevado, há um limite para a evolução da geração compartilhada e remota no Estado.

A restrição imposta pela Resolução citada acima cria diversos questionamentos do para possíveis consumidores, como, por exemplo, de associações representativas de grandes comércios varejistas, que possuem o interesse de serem microgeradores de energia, mas não querem ir para o mercado livre.

A mudança pode gerar um crescimento no número de solicitações para a instalação da microgeração por meio da geração compartilhada e remota no Estado.

Fonte: Revista Fotovolt edição nº 12.

Elaboração: Marketing, Gene Sustentável


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *