fbpx
Ligue-nos:     21 2147-0829   /     21 97532-3236
Saiba o por que a energia solar cresce tanto no País

Saiba o por que a energia solar cresce tanto no País

Uma das fontes renováveis mais utilizadas e importantes para o Brasil, a energia solar fotovoltaica dá saltos consideráveis em ampliação e instalação de painéis no País. Embora não tenha alcançado o patamar ideal, o setor deve aumentar em 44% a capacidade de geração, em relação ao ano passado, segundo estimativas da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), principal organização da área. As estatísticas já podem ser sentidas na prática. 

De acordo com a mesma associação, o número de instalações dobrou em apenas em apenas seis meses. Até junho passado, eram 100 mil sistemas instalados contra 50 mil do final de 2018. A explicação para isso, como afirmam as empresas do setor, são o baixo custo dos equipamentos, redução nos impactos ambientais e o rápido retorno de investimento para os consumidores. 

Para o principal órgão regulador do Brasil, Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), esse crescimento é maior ainda. Segundo a instituição, só no primeiro semestre do ano, houve a instalação de 90,77% do total alcançado durante 2018. Isto, porque nestes parâmetros foram identificadas 31.896 novas conexões de micro e minigeradores à rede até o último junho. Já quando há uma comparação ao ano passado completo, foram 35.139 sistemas instalados. Com isso, há um reflexo na quantidade de investimentos, que chega próximo ao volume dos R$ 4 bilhões alcançados pelo setor, em 2018, em apenas um semestre.

   Mas por que tanto investimento na área?

Com as recentes preocupações sobre os impactos ambientais e alternativas mais sustentáveis para o setor de energia, seria inevitável que a energia solar crescesse nas regiões. Mas como os consumidores estão reagindo a isto? Segundo balanços comerciais, hoje há mais linhas de crédito de financiamento, principalmente, para as empresas. De acordo com pesquisas, 39% da compra desses equipamentos são provenientes destas linhas. No mercado, há 70 linhas de crédito para subsidiar este setor. Além disso, houve uma queda no preço do kit de instalação, em 12%, quando comparado ao mesmo período do ano passado. Esse investimento inicial é o custo mais caro do processo, que não precisa de manutenção, e há um retorno financeiro por volta de quatro anos. E, alguns casos, há uma economia mensal na conta de 95%. Não há uma economia total por causa da taxa obrigatória das operadoras.


Adicionar comentário

Seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *